Aroldo Pinheiro

    Aroldo Pinheiro

    Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

    Terça, 11 Junho 2019 19:40

    Nalmir Queiroz - bote fé no velhinho

    Em meio a fake News e muito suspense, Nalmir Queiroz venceu a luta mais esperada do ano

    Comment

    Sábado, 25 Mai 2019 19:22

    Conexão Cotingo-Japão

    Macuxi, que vive há mais de 20 anos na Ásia, fala de sua vida e de sua família na Terra do Sol Nascente

    Comment

    Sábado, 25 Mai 2019 05:49

    Velho é a mãe!

    Com 57 anos de idade, calouro desfia lutador experiente, mais alto e bem mais novo

    Comment

    Sábado, 11 Mai 2019 22:48

    Pioneira comemora 95 anos de idade

    Cearense, dona Neusa viveu mais de um terço de sua vida em Roraima, onde ajudou a fazer história

    Comment

    Sexta, 10 Mai 2019 03:25

    Charge 178

    Quarta, 08 Mai 2019 13:00

    Denarium em busca de investidores

    Governador quer trazer empresários e cooperativas para o Estado

    Comment

    Terça, 07 Mai 2019 12:37

    Um contrabaixo chora baixinho

    Morre integrante da primeira banda de rock roraimense

    Comment

    Aos 101 anos, primeiro ex-diretor GEC vive muito bem, obrigado

    Comment

    Quarta, 17 Abril 2019 21:48

    Vida de república narrada em prosa

    Advogado narra a saga de estudantes roraimenses em Belém do Pará

    Comment

    Domingo, 14 Abril 2019 08:20

    Vigaristas aplicam golpes pelo WhatsApp

    Imagine o que é precisar de dinheiro, usar site de anúncios para vender um bem e, em pouco tempo, descobrir que você está sendo usado para que alguém tome dinheiro de amigos seus.

    Maria Colibri Pedreira sentiu na pele e, por pouco, não deixou pessoas de seus relacionamentos de redes sociais em maus lençóis.

    Depois de anunciar um bem em conhecido site de vendas, Colibri passou a receber mensagens sobre o assunto. Uma delas disse-lhe ter enviado uma “chave” para confirmar dados e, ao clicar nessa chave, ela viu seu sinal de WhatsApp sumir.

    Desconfiando estar sendo vítima de um golpe, Colibri entrou em contato com sua operadora telefônica e, prontamente, teve sua assinatura cancelada.

    Poucos minutos foram suficientes para que bandidos espertalhões enviassem mensagens para amigos virtuais de Colibri pedindo dinheiro emprestado, indicando contas para que depósitos fossem feitos.

    Bem humorada, Colibri Pedreira diz que “como só tenho amigos lisos, ninguém tinha saldo em banco para cair no golpe”. Ela recomenda que as pessoas tenham cuidado com mensagens recebidas, “pois, a cada dia, os bandidos estão ficando mais espertos”.

    Comment

    Página 1 de 80
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.