Eleições: risco sexual

    Oi, gentem,

    O Barão resolveu me dar uma chance. Disse que, se eu me comportar, posso até voltar a escrever para o jornaleco.
    Saudade de vocês. Sem mágoa, acho que a Conceição Brilhante estava certa quando alertou sobre a possibilidade de meus textos caírem em mãos de crianças.

    Resolvi repensar a vida, mas estou sofrendo muito para segurar os pensamentos libidinosos e controlar a vontade de praticar os atos que – Graças a Deus! – nos foram legados por Adão e Eva. Ui!

    Depois de 45 dias em retiro espiritual, volto ao mundo dos vivos. Estou pensando em procurar ajuda psicológica. Acreditam que, no convento em que me internei, eu sonhei algumas vezes transando com Frei Damião e já andava meio desconfiada de que a madre superiora estava a fim de mim? Cruz, credo!

    O mundo está podre. No convento, descobri que umas noviças fazem mais questão da presença noturna de Bianor, o jardineiro, do que receber graças de Nosso Senhor Jesus Cristo. Lá, vi lances e ouvi gritos e sussurros que fariam muitas quengas ruborizar. 

    Aproveito minha estada aqui fora para, no domingo, cumprir com meu dever cívico: votar. Com as opções que temos, está muito difícil fazer uma boa escolha. Fico com bandidos antigos ou escolho futuros novos ladrões?

    Para presidente, eu até pensava em votar no Álvaro Dias. Acho o senador paranaense uma gracinha. Se aquele homem falasse só um pouquinho em meu ouvido com aquele vozeirão, eu daria tudo o que ele me pedisse y otras cositas más. Como a candidatura de Alvinho não decolou, vou com fazer como a maioria do brasileiros: vou de Bolsonaro 17.
    Sei que o Capitão é um tiro no escuro, mas é melhor arriscar do que ter que conviver com essa quadrilha vermelha roubando e atolando a Nação. 

    Seja o que Deus quiser. Vou votar em candidatos que não posso dizer serem os melhores, mas os menos ruins. É votar e manter o corpitcho limpinho, cheiroso e depilado, pois, se vierem nos enrabar, eu não quero que saiam falando mal de mim. 

    Boa sorte. Boa votação.

    Fui!!!

    O ocaso de um homem (e de uma mulher)
    Juiz ladrão

    Colunistas

    Menina de rua
    9 posts
    Biografia
    Érico Veríssimo
    15 posts
    Em construção
    Tia Lyka
    59 posts
    Tya Lika
    Eliane Rocha
    0 post
    Eliane Rocha
    Ulisses Moroni
    21 posts
    Ulisses Moroni Júnior é promotor de justiça no ...
    Dad Squarisi
    1 post
    Dad ainda não definiu sua briografia
    Aroldo Pinheiro
    62 posts
    Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jorn...
    Jaider Esbell
    5 posts
    Jaider Esbell veio da terra indígena Raposa Ser...
    Márcio Cotrim
    3 posts
    Márcio Cotrim ainda não definiu sua biografia
    Plinio Vicente
    35 posts
    Nascido há 71 anos em Nova Europa, região de Ar...
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.