Terça, 14 Dezembro 2021 06:36

    Roraima faz a festa em paralimpíadas

    Escrito por
    Avalie este item
    (0 votos)
    Roraima faz a festa em paralimpíadas SECOM

    Equipe trouxe cinco medalhas de São Paulo

    Com somente quatro atletas, a delegação roraimense arrebatou cinco medalhas – três de ouro e duas de prata – na melhor de todas as participações do Estado nos Jogos Paralímpicos Escolares. O Estado esteve presente em 2013, 2017 e 2019.

    O maior evento do mundo para jovens com deficiência em idade escolar, de 12 a 17 anos, as Paralimpíadas Escolares reuniram mais de 900 atletas de 25 unidades federativas brasileiras, competindo em 13 modalidades, em São Paulo. Roraima teve uma participação marcante no evento. “Trata-se de uma participação histórica do Estado; são nossas primeiras medalhas de ouro da história no evento”, festeja Kauã Gonçalves Santos, apelidado de Tubarão Paralímpico de Roraima, que se consolida como um dos maiores medalhistas dessas olimpíadas, ao conquistar cinco medalhas”.

    Kauã conseguiu ouro nos 100m Livre na classe S8; ouro nos 50m Livre na classe S8; ouro nos 100m Peito, classe SB7; prata nos 400m Livre, classe S8; e prata nos 100m Costas, classe S8. O atleta tem má formação congênita nos membros inferiores e compete nas classes S8-SB7-SM8. Treinado pelo professor Mateus Lima Antony, ele faz parte do Centro de Referência de Roraima e da Associação Aquática Marinho.

    Além de Kauã, Luana Batista de Lima, que competiu na natação nos 100m Costas e 100m Livre S14 (deficiência intelectual), Lucas Vinicius Monteiro Peres – competidor de na natação nos 100m Livre classe S5 (deficiência física) - e João Antonio Souza - bocha paralímpica, classe BC2 (paralisia cerebral).

    SER PAI É PARTICIPAR -  O governador Antonio Denarium e a primeira-dama Simone  acompanharam a delegação roraimense a São Paulo. João Antônio, filho do casal, participou na modalidade Bocha (Foto: SECOM)

    Envolvimento familiar

    O governador Antonio Denarium e a primeira dama, Simone, fizeram questão de acompanhar a equipe roraimense. “Que alegria ver nossos paratletas representando Roraima nas Paralímpiadas Escolares 2021!

    Eu e Antônio os acompanhamos com aquele orgulhinho, principalmente, porque o nosso filho, João Antonio, está competindo na categoria Bocha.

    Meu coração de mãe transborda de felicidade, ao ver o empenho do João. Quando um filho decide dar um passo, a gente tem que estar ali do lado pra apoiar, né?”, disse Simone.

    O professor doutor Vinícius Denardin Cardoso, chefe da delegação de Roraima e coordenador do Centro Paralímpico festeja a conquista roraimense.

    Carmem Cabral Garcia, Psicóloga (Foto Aroldo Pinheiro)

     

    A participação da família é importante

    Sobre o relacionamento familiar de crianças com necessidades especiais, a psicóloga Carmem Cabral Garcia escreve:
    A família, primeiro grupo social de uma criança, seja especial ou não, é muito importante para seu desenvolvimento pleno.
    Seu papel é oferecer-lhe um lugar em que possa se desenvolver com segurança e aprender a se relacionar em sociedade.
    Cada criança apresenta características únicas, cabendo aos pais perceber necessidades e habilidades de cada um e estimulá-las.

    Lido 285 vezes Última modificação em Terça, 14 Dezembro 2021 06:52
    Redação

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    Mais nesta categoria: « Marcinha Porto, a original
    © 2022 Criado e mantido por www.departamentodemarketing;com.br

    Please publish modules in offcanvas position.