Imprimir esta página
Domingo, 14 Abril 2019 08:20

Vigaristas aplicam golpes pelo WhatsApp

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Vigaristas aplicam golpes pelo WhatsApp Foto e manipulação: Aroldo Pinheiro

Imagine o que é precisar de dinheiro, usar site de anúncios para vender um bem e, em pouco tempo, descobrir que você está sendo usado para que alguém tome dinheiro de amigos seus.

Maria Colibri Pedreira sentiu na pele e, por pouco, não deixou pessoas de seus relacionamentos de redes sociais em maus lençóis.

Depois de anunciar um bem em conhecido site de vendas, Colibri passou a receber mensagens sobre o assunto. Uma delas disse-lhe ter enviado uma “chave” para confirmar dados e, ao clicar nessa chave, ela viu seu sinal de WhatsApp sumir.

Desconfiando estar sendo vítima de um golpe, Colibri entrou em contato com sua operadora telefônica e, prontamente, teve sua assinatura cancelada.

Poucos minutos foram suficientes para que bandidos espertalhões enviassem mensagens para amigos virtuais de Colibri pedindo dinheiro emprestado, indicando contas para que depósitos fossem feitos.

Bem humorada, Colibri Pedreira diz que “como só tenho amigos lisos, ninguém tinha saldo em banco para cair no golpe”. Ela recomenda que as pessoas tenham cuidado com mensagens recebidas, “pois, a cada dia, os bandidos estão ficando mais espertos”.

Lido 715 vezes
Aroldo Pinheiro

Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais recentes de Aroldo Pinheiro