Imprimir esta página
Terça, 19 Fevereiro 2019 12:38

Operação Fantoche: 17 anos de fraudes; R$ 400 milhões desviados

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Operação Fantoche: 17 anos de fraudes; R$ 400 milhões desviados Reprodução YouTube

Polícia Federal cumpre 40 mandados de busca de apreensão e 10 ordens de prisão

Quem pensava em acomodação da Policia Federal se enganou.

Hoje, terça-feira, 19, a Polícia Federal, com colaboração do Tribunal de Contas de União, deflagrou a Operação Fantoche objetivando desarticular organização de crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de dinheiro. 40 mandados de busca e apreensão e 10 de prisão temporária são cumpridos em Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Distrito Federal.

Informa-se que um grupo de empresas, sob controle de um mesmo núcleo familiar, atuava desde 2002 executando contratos firmados por meio de convênios com o Ministério do Turismo e entidades do “Sistema S” (Sesc, Sesi, Senai, Senac). Estima-se que o grupo já tenha recebido mais de R$ 400 milhões decorrentes desses contratos.

Investigações apontam que o grupo utilizava entidades de direito privado, sem fins lucrativos, para celebrar contratos e convênios diretos com o Ministério e Unidades do Sistema S. Os contratos eram, em sua maioria, voltados à execução de eventos culturais e de publicidade superfaturados e com inexecução parcial, sendo os recursos posteriormente desviados em favor do núcleo empresarial por intermédio de empresas de fachada.

213 policiais federais e 8 auditores do TCU participam da Operação, cujas medidas foram determinadas pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Pernambuco, que também autorizou o sequestro e o bloqueio de bens e valores dos investigados.

Lido 276 vezes
Aroldo Pinheiro

Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais recentes de Aroldo Pinheiro