Domingo, 12 Novembro 2017 23:03

    Novos e veteranos: juntos e misturados

    Escrito por
    Avalie este item
    (0 votos)
    Novos e veteranos: juntos e misturados Ídio Garcia

    20 anos de basquete: Atletas de 1997 a 2017 se reúnem em torneio de confraternização (Por Caíque Silva)

    Cerca de 80 atletas de gerações de 1997 a 2017 participaram da Copa IBC/BVB - 20 anos de  Basquetebol em Boa Vista, promovida pelo professor e idealizador do projeto Ídio Garcia Júnior. Os jogos foram disputados nas quadras de esportes do Sesc/Roraima e da Escola Penha Brasil. A equipe da geração 2000 disputou o título com os jogadores de 2004, tornando-se bicampeã do torneio. Placar 60 a 46.

    A partida final começou equilibrada e, até o terceiro quarto, os times se mantinham próximos no placar. A equipe da geração 2000 conseguiu abrir vantagem apenas no último tempo de jogo e ficou com o título. O terceiro lugar ficou com o time da geração de 2008. O atleta André Candeira, da geração 2004, foi o cestinha da competição e cestinha de três pontos. Thálisson Barreto, da geração 2000, foi eleito o melhor atleta, e, Victor Eduardo, da geração 2017, foi a revelação. O primeiro torneio de gerações aconteceu há 10 anos, no ano de 2007.

    Convergência

    Atletas que moram em outros estados vieram para confraternizar com todas as gerações que já passaram pelo basquete de Roraima, como Liânio Herculano, da geração de 1997, que vive em Brasília-DF. “Tudo começou como uma brincadeira, quando formamos um time lá em 1997 para diversão e lazer. Então, com o tempo, o professor foi vendo que nossa formação como pessoa começou a fazer a diferença, por exemplo: pessoas que falavam palavrão pararam de falar, as que consumiam bebidas alcoólicas também paravam de consumir. Ele conseguiu trazer essa questão disciplinar e comportamental. Eu tenho o professor Ídio como um pai fora de casa. Ele merece todo o nosso reconhecimento e respeito”, declarou Liânio.

    O atleta Thiago Reis, da geração 2000, destacou o companheirismo dos atletas e o sentimento e amizade entre novos e antigos do esporte em Boa Vista. “Foi uma honra poder confraternizar com todos os atletas e amigos que não víamos há algum tempo. Essa missão do professor Ídio vai muito além do basquete. São ensinamentos para uma vida inteira. Temos uma dívida eterna com ele, pois o que somos hoje, temos muito dele, do jeito como ele nos trouxe disciplina”, disse.

    Para o professor Ídio, esse torneio é uma forma de agradecer a todos os atletas que já passaram pelos treinamentos. “O basquete é uma paixão pessoal. Trago esse esporte na mente há anos e tenho muito a agradecer a todos os jogadores e amigos que fiz nesses 20 anos. Foram duas décadas de dificuldades, mas também de muito aprendizado. A intenção é começar a promover esse torneio anualmente, com o intuito de manter os atletas próximos uns dos outros e de confraternizarmos entre amigos. É o que mais importa”, destacou.

    Lido 388 vezes Última modificação em Domingo, 12 Novembro 2017 23:08
    Redação

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    Jornal
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.