Segunda, 28 Maio 2018 06:43

    Mortalidade materna preocupa

    Escrito por
    Avalie este item
    (0 votos)
    Mortalidade materna preocupa Alex Paiva

    Deputada quer trabalhar a prevenção e evitar que mais mães se tornem vítimas

    Em três anos, 22 mães poderiam ter sido salvas se tivessem seguido todos os cuidados que uma gravidez exige, como os exames pré-natal. A falta de informação a essas mulheres grávidas preocupa a deputada Aurelina Medeiros (PODE), autora de projeto de lei que indica a criação da “Semana Estadual de Combate à Mortalidade Materna em Roraima”.

    Aurelina explica que sua proposta leva em conta que, no Brasil, dá-se atenção à prevenção de morte de crianças, mas acabam deixando de lado o cuidado com a mãe. “No País e em Roraima, existe um índice significativo de mortalidade materna.

    Durante a ‘Semana Estadual de Combate à Mortalidade Materna em Roraima’ vamos trabalhar justamente a prevenção dessas mortes e identificar os motivos pelos quais essas mulheres não puderam ter acompanhamento médico satisfatório”, ressalta.
    A proposta da deputada é que o evento ocorra na semana do dia 28 de maio, período em que ocorre a Semana Nacional de Combate à Mortalidade Materna. “Queremos despertar ainda mais o interesse pelos cuidados médicos para essas mães, principalmente àquelas que vivem nos municípios mais afastados, para que elas possam manter em dia as consultas médicas durante a gestação. Isso garante a vida das mães e das crianças”, conclui.

    Lido 381 vezes
    Redação

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    Jornal
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.