Quarta, 08 Dezembro 2021 03:33

    Marcinha Porto, a original

    Escrito por
    Avalie este item
    (3 votos)
    Marcinha Porto, a original FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

    Marcinha trabalha se divertindo

    A transformação ocorrida no corpo da Maranhense que adotou Roraima para viver é notória. Quem conheceu Marcinha Porto há quatro anos, dificilmente reconhece aquela menina de cabelos lisos, que tinha um pouco de pele cobrindo 1,72m de carcaça.

    Marcinha deixava que a vida a levasse, mas não se acomodava, pois tinha certeza de que sua felicidade no fazer ainda estava por vir.

    Em 2012, quando dava aulas para crianças, foi aprovada em vestibular para o curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Roraima, foi quando a irrequieta maranhense descobriu a dança do ventre, paixão arrebatadora que levou a mocinha a ser reprovada por faltas na academia.

    Enquanto praticava seus exercícios e flexionava o corpo ao som de músicas orientais, Márcia conheceu uma profissional que iniciaria aulas de pole dance no Estado. Resolveu experimentar e, nas primeiras aulas, apaixonou-se pela atividade.

    A dedicação da aprendiz chamava a atenção da instrutora. Poucos meses depois de iniciada, a discípula surpreendeu a mestra com uma shoulder mountain (complicada ação que exige muito esforço físico, técnica e concentração). Ao ver aquilo, a professora convidou a aluna para ser sua ajudante.

    Com os fatos, Marcinha chegou à certeza de que pole dance era o que queria. "Aí eu virei bicho", diz a roraimada.

    Um ano depois, quando a instrutora precisou mudar-se de Roraima, a academia encerrou atividades e Márcia passou a dar tratos à bola na intenção de abrir seu próprio negócio.

    Em 2016, investindo todas as suas economias e assumindo compromissos financeiros antes impensáveis, Marcinha inaugurava o Studio Paz - Art & Sport. Como o nome da profissional já havia se tornado referência na cidade, usando a técnica de publicidade boca a boca, logo dezenas de mulheres passaram a frequentar o estúdio de Marcinha.

    Conhecendo o seu público e com conhecimentos práticos da psicologia feminina, Márcia passou a oferecer, também, performance sensual. "Toda mulher gosta de dançar. Toda mulher gosta de expressar sua sensualidade. Com técnicas que adquiri em minhas viagens, incrementadas com estudos pela internet, foi fácil acrescentar essa opção a nosso cardápio", diz. E acrescenta: "Interessante foi descobrir que quem procura aprender performance sensual está mais interessada em satisfazer seus próprios anseios do que provocar ou estimular desejo no companheiro ou companheira. A pessoa quer melhorar sua plástica, exercitar sua força e alimentar sua auto-estima", explica.

    AH, O AMOR

    Em 2018, o coração de Marcinha foi fisgado. O estranho sentimento que invadiu a máquina de bombear sangue da maranhense foi confundido com amor e, por culpa do falso cupido, ela resolveu largar tudo em Roraima e mudar-se com o companheiro para a Espanha, onde pretendiam casar-se e montar residência. As aulas de pole e de performance sensual seriam continuadas em terras do Velho Mundo. "Ainda bem que não deu certo e eu descobri, antes de me casar, que meu namorado não era a pessoa que eu pensava ser. Em solo castelhano, ele tornou-se ciumento, possessivo, mandão. Juntei minhas coisinhas e voltei para Roraima, essa terra maravilhosa de onde nunca mais sairei", encerra o capítulo festejando.

    Recentemente, quando se achava imunizada contra as coisas que o coração apronta, numa de suas corridas pelas ruas de Boa Vista, Márcia conheceu um oficial do Exército Brasileiro que integra a Operação Acolhida. Papo vai, papo vem, a especialista em pole dance acolheu o coronel Fernando Fregni, paulista de Jundiaí, e diz que "sem fazer planos, sem pensar muito no amanhã, estou vivendo o verdadeiro amor de minha vida".

    Hoje, os 74kg de massa muscular, bem distribuídos sobre os 172 centímetros de ossatura, com curvas bem definidas e pernas longas e fortes, todo o conjunto emoldurado por uma cabeleira cacheada, tendo como importantes acessórios o sorriso e a simpatia cativantes de mulher sensual nem de longe lembram aquela mocinha de 2012. Márcia continua dando aulas para crianças, mas tem seu próprio estúdio bem instalado no número 285 da avenida Benjamin Constant, no bairro São VIcente. O namorado apoia e acompanha, sem frescura, a vida profissional e o jeito livre de Marcinha ser. Com número de alunas sempre variando entre 30 e 60, ajudada pelo amigo e também especialista em pole, Márcio Vinícius, Márcia Porto vai se divertindo e sendo feliz.

    Ah! O contato de Marcinha 99145-0390.

    Lido 714 vezes Última modificação em Quarta, 08 Dezembro 2021 03:47
    Aroldo Pinheiro

    Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    © 2022 Criado e mantido por www.departamentodemarketing;com.br

    Please publish modules in offcanvas position.