Quarta, 01 Julho 2020 19:41

    Luiz Brito come quieto

    Escrito por
    Avalie este item
    (0 votos)
    Luiz Brito come quieto Fotos: arquivo pessoal

    Piauiense transformou uma caçamba e uma restroescavadeira na maior construtora de Roraima

    Pra trabalhar, ele é um touro.E está sempre maquinando. Durante conversa, interlocutores que não o conhecem podem pensar que ele sai do ar com frequência. Ledo engano: a cabeça empreendedora dele está sempre funcionando.

    Aos 27 anos de idade, Luiz Brito decidiu que teria seu próprio negócio. Deixou para trás sua terra natal e veio para Roraima, onde um seu irmão já se estabelecera.

    Chegou a Boa Vista em 1988 e, de cara, aceitou emprego numa empreiteira que fazia serviços de infraestrutura na BR-174. Poucos meses depois, quando as obras pararam, já com algum conhecimento sobre o mercado local, o piuiense de Piracuruca registrou sua empresa - a LB Construções - e, com uma caçamba e uma restroescavadeira, começou a vender materiais e serviços.

    E lá se vão 32 anos. Tempo suficiente para que o irrequieto Luiz Brito transformasse a pequena LB numa das maiores empreiteiras do Estado.
    Além de ser uma das maiores fornecedoras de areia, barro, pedra, brita e outros insumos para a construção civil, a LB Construções aluga equipamentos (com ou sem operador) para empreiteiras e administra suas próprias obras.

    Oras com o governo
    O empresário faz questão de dizer que nunca tinha contratado obras com o Governo do Estado. “É que esses processos sempre foram muito enrolados e, sem entrar na espiral de corrupção, você não conseguia nada”, diz.

    Hoje, a conclusão do reservatório de água no bairro Cidade Satélite está sob a responsabilidade de Luiz Brito.

    “Com Antonio Denarium no governo, as coisas são diferentes. Para ajudar no cumprimento de promessa de campanha feita pelo atual governador, eu assumi a conclusão das obras da caixa d’água do bairro Cidade Satélite. Essa vem dando aporrinhação e pode até me deixar no prejuízo. Assumi porque o governador me pediu para encará-la, depois que não apareceu nenhuma empresa para participar do processo licitatório”, explica Luiz.

    Na cidade, a LB também conduz as obras de reforma na Cadeia Pública. “Participamos de processo licitatório e saímos vencedores. A vantagem de trabalhar com o governador Antonio Denarium é que ele exige honestidade de seus colaboradores e paga contratos em dia. Dessa forma, sem pagar propinas, ganham o Estado, o fornecedor de materiais e o prestador de serviços”, enfatiza o empresário.

    Grande obra particular
    Os olhos de Luiz Brito brilham quando fala da imensa obra particular que hoje está tocando em Boa Vista. Trata-se de toda a infraestrtura de terraplanagem, pavimentação e urbanização do pátio onde se instala a primeira usina termelétrica a gás natural do Estado.

    Do processo licitatório proposto pela Techint - conglomerado multinacional - participaram 18 empresas; 8 delas, roraimenses. Na obra, com área total de 58.000m2, onde mais de 160.000m3 de materiais estão sendo movimentados, a LB teve, no auge, 280 colaboradores e 92 equipamentos trabalhando. Em janeiro, no pico dos trabalhos, o número de colaboradores da LB Construções ultrapassava 1200.

    Diversificação
    Luiz diz orgulhar-se de aplicar todos os seus ganhos em Roraima, “terra que me deu boa acolhida”.

    Seguindo a máxima de que não se coloca todos os ovos numa única cesta, Luiz investe em outros ramos de negócio: piscicultura e pecuária, por exemplo, além de ser um dos sócios do mais moderno frigorífico da Região Norte - o Frigo 10.

    No momento, Brito ultima detalhes para inaugurar seu mais novo empreendimento: uma fábrica de artefatos de concreto em que R$ 4 milhões são investidos.

    Pessoa de hábitos simples, Luiz Brito não alardeia o que faz ou planeja fazer. Comparando com o povo de Minas Gerais, que tem fama de trabalhar em silêncio, pode-se dizer que Luiz Brito come quieto. Bem quieto.

    Lido 310 vezes
    Aroldo Pinheiro

    Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.