Imprimir esta página
Terça, 12 Março 2019 01:50

Fim de caso?

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Fim de caso? Secom - Manipulação: Aroldo Pinheiro

Post feito pelo vice-governador Frutuoso Lins pode indicar crise no Palácio Senador Hélio Campos

Em Boa Vista, redes sociais acordaram na segunda-feira (11) com uma bomba. Um post feito pelo vice-governador lança dúvidas quanto à convivência pacífica entre ele e o governador Antônio Denarium.

O desabafo de Frutuoso Lins: “Esclarecimento! Venho a público informar que o anunciado na campanha de ter um vice atuante era apenas discurso! Não tenho papel definido no governo atual! Não concordo com algumas medidas adotadas. Dei minha opinião contrária, porém não fui ouvido. Quero dizer a(sic) população que manterei meu discurso de antes e de agora, como sempre, livre. Espero que o governo cumpra suas promessas que me foi dito(sic) olhando no olho. Boa noite”,

 

 

Pronto. Em tempos de imediatismo em informações e de Fake News, todas as redes sociais do Estado foram invadidas por posts e comentários contra e a favor do vice-governador. À imprensa, Frutuoso Lins não explicou suas motivações. Bolsas de fuxicos se encarregaram de criar e expor suas próprias conclusões.

No Palácio Senador Hélio Campos, servidor, que pediu para não ser identificado, afirma que o vice-governador busca um poder que, pela legislação, não lhe pertence. Diz que medidas tomadas na Secretaria de Saúde mexem com médicos e, estes, em lance de puro corporativismo, buscam o apoio de Frutuoso Lins.

Ao Roraima Agora, sem referir-se ao vice-governador, a Secretaria de Comunicação do Estado declarou que “a prioridade de Antônio Denarium é o trato com a coisa pública, é combater gastos absurdos e a corrupção que reina em todos os setores da administração estadual.

Parada na Saúde?

Durante esta segunda-feira (11) servidores do Secretaria de Saúde ( e principalmente do Hospital Geral) se movimentavam em busca de adeptos para uma greve contra o novo sistema de horário trabalho que, segundo eles, trará prejuízos para pacientes e funcionários.

Lido 290 vezes Última modificação em Terça, 12 Março 2019 03:19
Aroldo Pinheiro

Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais recentes de Aroldo Pinheiro

Itens relacionados (por tag)