Terça, 16 Fevereiro 2016 04:21

    50 Tons de Cinza fica entre os campeões de indicação no Framboesa de Ouro 2016

    Escrito por
    Avalie este item
    (0 votos)

    Após virar sucesso de público e faturar mais de meio bilhão de verdinhas, longa concorre em seis categorias no Oscar dos piores

     

    50 Tons de Cinza foi um filme capaz de tirar suspiros (e dinheiro do bolso) do público e também arrancar os cabelos da crítica. Depois de conseguir uma bilheteria quase 15 vezes maior do que seu orçamento, o longa, dirigido pela inglesa Sam Taylor-Johnson, ficou numa posição nada animadora no Framboesa de Ouro 2016, o Oscar dos piores do cinema. O filme tornou-se um dos campeões de indicações ao prêmio, junto com d'O Destino de Júpiter, Segurança de Shopping 2 e Pixels e pode ganhar o título em até seis categorias.

    Há aproximadamente um ano, chegava às telonas a adaptação do best seller 50 Tons de Cinza. O filme que conta a história do playboy, metido a sadomazoquista, Christian Gray, e da tímida, virgem dos lábios de mel e cabeça de vento, Anastasia Steele, causou o maior rebuliço no universo feminino.

    A mulherada correu para os cinemas esperando sentir nas telonas as mesmas emoções  provocadas pelas páginas dos livros escritos pela britânica Erika Leonard James. O fato é que muita gente conseguiu repetir a dose e até gostar mais do filme que do livro, voltando ao cinema várias vezes para curtir o romance entre Gray e Steele.

     

    Promessa não cumprida

    Se, para o público, a transa foi boa, os críticos cinematográficos não chegaram nem perto de gozar. O longa foi execrado por especialistas de todas as maneiras possíveis. Algumas das alegações faziam referência à maneira como o filme, que prometia tratar abertamente temas picantes, mostrou o relacionamento do casal.

    A obra chegava às telonas com censura 18 anos (nos Estados Unidos, no Brasil 50 Tons de Cinza não foi recomendado para menores de 16 anos) prometendo mandar ver nas cenas de sexo, dominação e sadomasoquismo. E acabou entregando ao público um soft porn, digno dos piores dias de Cine Privê na Bandeirantes.

    O resultado da insatisfação da turma da sétima arte com a obra mostrou-se no início de 2016. A grana arrecadada com o filme e a satisfação do público foram manchadas com a divulgação da lista de indicados ao Framboesa de Ouro 2016. Ninguém perdoou 50 Tons de Cinza, que acabou como um dos quatro filmes com o maior número de indicações: seis. Para não dizer que não há nada de bom no longa, ele também foi lembrado no Oscar, por meio da canção “Earned It", interpretada pelo canadense The Weeknd, que concorre ao careca dourado de Melhor Canção Original.

     

    Pior em quase tudo

    Já nos outros quesitos, 50 Tons de Cinza não foi tão bem assim. Jamie Dornan, interpretando o comedor mal resolvido Christian Grey, foi indicado ao Framboesa de Ouro como Pior Ator. Dakota Jonson, interpretando a protagonista mais sem sal desde a vampira Bella, da esquecível Saga Crepúsculo, pode vencer como Pior Atriz.

    O casal ainda foi indicado ao título de Pior Combo em Cena. A diretora Sam Taylor-Johnson concorre ao Framboesa de Pior Diretor. Se não fosse o bastante, 50 Tons de Cinza ainda foi lembrado nas categorias de Pior Roteiro, mostrando que a história deixa a desejar, e Pior Filme, coroando o conjunto dessa obra desastrosa.

    O resultado do Framboesa de Ouro sai no dia 27 de fevereiro, um dia antes da premiação do Oscar, que ocorre no dia 28.

    Lido 2009 vezes Última modificação em Segunda, 28 Março 2016 09:23
    Redação

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.