Cabaré familiar

    Baiano, de Feira de Santana, Barroncas veio para Boa Vista em busca de dias melhores. Aqui ficou rico e empolgou-se. Ele, que era um exemplo de homem, entregou-se à farra, trocando Rotary, Maçonaria, patroa e filhos pela vida mundana. Dona Marieta não aguentou.

    Depois do divórcio, para tirar o peso da consciência, Barroncas jogava a culpa de seus desatinos em cima da sociedade que o acolhera. Fazia pouco caso e criticava as festas provincianas de que, outrora, fizera questão de participar.

    Por ocasião do carnaval, o empresário resolveu que tinha chegado a hora de dar o troco à sociedade hipócrita. Na terça-feira gorda, começou tomando cerveja e uísque no Cauamé e, de tardezinha, estava rodeado de mulheres em famosa casa de tolerância da, ainda, pequena cidade. No cabaré, convidou três quengas para acompanhá-lo ao baile no clube mais badalado de Boa Vista.

    Lá pela meia-noite, de braços dados com as três meninas graciosas, bem maquiadas, vestindo roupinhas que dariam tesão até no mais sério dos sacerdotes, Barroncas chegou à portaria do Iate.

    Ao ver a trupe, o porteiro não quis chamar pra si a responsabilidade de barrar ou a irresponsabilidade de deixar entrar o quarteto. Apelou para seu Alemão, um dos diretores do clube, para resolver o problema. Jeitoso, buscando evitar escândalo ou confusão, a autoridade iatiana conduziu o baiano para um canto e abriu-lhe o jogo:

    - Barroncas, você é gente boa e muito querido por todos nós. Nesse momento, queremos que você use o bom senso e, se quiser entrar no clube, devolva essas meninas para o lugar a que elas pertencem...

    - Mas por quê? – Desafiou o bebum.

    Seu Alemão resolveu ser direto:

    - É que aqui nesse clube, você sabe, só entram moças de família...

    Barrroncas contra atacou:

    - Companheiro, esse clube tá cheio de quengas. Olha, Alemão, ali naquela mesa da frente estão sentados seu Joaquim e as quatro putas que ele chama de filhas...

    Pra não perder a parada e não discutir com o bebum, o diretor sentenciou:

    - Tá bom, Barroncas: elas são putas conhecidas e putas conhecidas podem entrar ace =��_GՂ) 

    Morto é morto
    Entre os salários atrasados mais bem pagos do País

    Colunistas

    Menina de rua
    9 post(s)
    Biografia
    Érico Veríssimo
    15 post(s)
    Em construção
    Tia Lyka
    59 post(s)
    Tya Lika
    Eliane Rocha
    0 post(s)
    Eliane Rocha
    Ulisses Moroni
    21 post(s)
    Ulisses Moroni Júnior é promotor de justiça no ...
    Dad Squarisi
    1 post(s)
    Dad ainda não definiu sua briografia
    Aroldo Pinheiro
    62 post(s)
    Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jorn...
    Jaider Esbell
    5 post(s)
    Jaider Esbell veio da terra indígena Raposa Ser...
    Márcio Cotrim
    3 post(s)
    Márcio Cotrim ainda não definiu sua biografia
    Plinio Vicente
    35 post(s)
    Nascido há 71 anos em Nova Europa, região de Ar...
    © 2015 Your Company. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

    Please publish modules in offcanvas position.