Pernambucano supermusical faz verdadeiro show para quem gosta do que é bom

Em noites de sexta-feira, quem se aproxima do amplo restaurante ao ar livre, pertinho da ponte do Parque Anauá, pensa que Janjão, proprietário do local, pratica propaganda enganosa por ter anunciado música ao vivo até as 11h45. Apurando a vista, o visitante dá com showman soltando a voz e manipulando teclado controlador Midtech. Especialidade: músicas dos anos 1960, 1970, 1980 e 1990.

Na Cozinha do Janjão, enquanto o cliente sorve cervejas estupidamente geladas, drinques  de bom gosto e invenções gastronômicas do enorme, pesado e simpático dono-gerente-cheff do restaurante, seus ouvidos recebem afinados graves e agudos de Ricardo Casé, acompanhados por ágeis dedos no teclado e bem arrumados playbacks originais. É noite pra ninguém botar defeito.

Ricardo Casé não é simplesmente mais um cantor. Natural de Recife, o pernambucano é um verdadeiro showman.  O cara esbanja talento no show retro Clube do Flashback, em que faz do palco uma passarela paradesfile de grandes clássicos da música mundial. Um espetáculo montado e dirigido por ele mesmo.

Em performance surpreendente, como em passe de mágica, Ricardo Casé passeia por múltiplos estilos musicais. De John Lennon a Fagner, de Queen a Roupa Nova, o público entra em verdadeiro estado de êxtase. A voz ímpar e o estilo inconfundível fazem dele um artista respeitado por críticos e aplaudido em todos os espaços por onde tem passado.

O show de Ricardo Casé cabe em qualquer ambiente: seja encontro mais intimista de amigos, seja festa de grande porte. O espaço desse jornaleco seria pequeno para citar nomes de astros da música pop nacionais e internacionais que o pernambucano interpreta com maestria. Vale a pena conferir.

Para contratá-lo, faça contato pelos celulares 99165-7085 ou 99166-1198. #dado o recado

 

Top