Marcinha em voo solo

18 Setembro 2017
(0 votos)
K2_ITEM_AUTHOR 
FEMINA E ESTÚDIO BOUDOIR

Apaixonada pelo cultivo ao corpo, Marcinha Polidance abre academia no Mecejana 

O sobrenome dela deveria ser Determinação. Márcia Porto, ou Marcinha Polidance, maranhense que chegou a Boa Vista quando tinha quatro anos de idade, sabia, desde cedo que só chegaria à plena realização por meio da cultura ao corpo. Ainda na adolescência, suspirava quando passava por academias de ginástica ou de balé: “Um dia eu chego lá”. E chegou. 

Ainda frequentando curso de Artes Visuais na Universidade Federal de Roraima, Marcinha dispensava aulas se convidada para alguma atividade que oferecesse chance a seu corpo. Ginástica e dança do ventre eram a sua paixão. Logo, a maracaxi – como ela mesma se classifica – apaixonou-se pelas firulas de polidance. Exigente, ficava horas a fio aprendendo e desenvolvendo técnicas depois que a academia fechava.

Ela queria mais. Sem largar sua atividade principal, e sem deixar de lado a dança do ventre,  entregou-se à cultura do corpo. Por meio do fisiculturismo, em 2015, foi vice-campeã na categoria Biquini, em concurso promovido pela IFBB (International Federation of Body Building), no estado do Amazonas. Recentemente, conquistou o primeiro lugar no primeiro campeonato roraimense de fisiculturismo – classe acima de 1,63m e overall. 

Aluna da Pole Art Dance, Juliana Azevedo está todos os dias na academia da rua Pedro Rodrigues  (Foto: FEMINA E ESTÚDIO BOUDOIR)

Realização de sonho

Servidora pública concursada, lotada Divisão de Ensino Especial da Secretaria Estadual de Educação, Marcinha decidiu que havia chegada a hora de ter sua própria academia, onde poderia treinar à vontade e dividir conhecimentos e experiências com alunas. Desde junho, no número 1689 da rua Pedro Rodrigues – no bairro Mecejana – a Pole Art Dance, recebe mulheres interessadas em exercitar de desenvolver músculos e elasticidade.

Entusiasmada com os resultados obtidos em campeonatos de fisiculturismo de que participou, Marcinha se prepara para Copa Roraimense de Fisiculturismo, sob a chancela da IFBB, seletivo para o concurso International Arnold Schwarzenegger South America.

(Foto:  ARQUIVO PESSOAL)

416 K2_VIEWS
Aroldo Pinheiro

Aroldo Pinheiro,  roraimense, comerciante, jornalista formado pela Universidade Federal de Roraima. Três livros publicados: "30 CONTOS DIVERSOS - Causos de nossa gente" (2003), "A MOSCA - Romance de vida e de morte" (2004) e "20 CONTOS INVERSOS E DOIS DEDOS DE PROSA - Causos de nossa gente".

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Top