Tudo enrustido (Parte II)

Sabe aquele boy magia que reclama para que tu pares de se apaixonar por homens maravilhosos de livros e filmes (ainda que alguns sejam duvidosos, tal qual Edward, o vampiro viado de Crepúsculo)? Ele só queria ser aquele cara. E sabe que jamais atingirá tal patamar – não por falta de poderes especiais ou dinheiro, e sim porque carisma e gentileza se foram. Virtudes assim deixaram lugar para grosseria, frescura e MUITA enrustidez. Como têm medo de sair do armário, preferem nos criticar. Porque homem que gosta de mulher jamais perderá tempo criticando a cor do esmalte e tamanho da unha da parceira, comprimento de seu vestido, amigas com as quais anda e maneira como corta / pinta seu cabelo estão fora de seus ideais. Ainda que, em algum momento, pense em comentar sobre alguns dos itens acima, o fará depois de muito tempo e com bom-humor – e se parceira quiser continuar assim, tudo bem. Em verdade, ele quererá cheirar teus cabelos (curtos ou longos, verdes ou naturais), levantar teu vestido (independentemente do tamanho), ter suas costas arranhadas por tuas unhas e ficar com o bilau manchado com a cor do teu batom. Resumindo: te aceitará da forma que tu és, com tua vaidade e elegância. Então, querida, se o guri começar a criticar teu estilo, pula fora que é cilada! Ele quer passar teu batom também.
Volta logo, amarelo seboso
Tudo enrustido (Parte I)
Top