Pau “drobado”

Olá, meus amores!

Como vão de arraiá? Aposto meu grelo que, se fizesse uma pesquisa em Boa Vista, ganharíamos como povo que mais gosta de bagaceira; segundo lugar, seria em fudelança – faz sentindo, né?

Mas também, é arraiá pipocando pra tudo quanto é lado. Eu acho é bom, chego com a bolsinha cheia em casa, além de comer horrores nessas festas. Tô parecendo uma pamonha de tanto milho que já empurrei pra dentro.

Falando em empurrar, lembrei de msg que leitor me mandou por Whatsra. Vejam o sofrimento do pobre:

Tia Lyka,

Tenho 62 anos e namoro uma mulher de 40. Meu pênis não fica duro como quando eu tinha 20. Por problemas cardíacos, não posso usar vasodilatadores.

O que faço pra penetrar minha parceira e dar-lhe prazer?

José Leotávio A. Monteiro, autônomo.

Querido José,

Mete “drobado”, lá dentro o bicho se ajeita.

Brincadeirinha.

Esse papo de pau mole, sempre me dá trabalho. Pra você ter uma ideia como o assunto é delicado, a clientes com disfunção erétil (é brocha, tá!), estou dando um tratamento diferenciado: massagem tântrica, mantra para conseguir dinheiro inesperado, fio-terra, batida de ovo de pato, simpatia. Até surra com folhas de mari mari estou usando.

Agora, vocês também não se emendam, né? Pegar vaca nova sem ter capim no pasto, dá nisso! Mulher de 40 – saibam – está saindo faísca pelas ventas. Estão doidas pra trepar, já sabem sua posição peferida, como atingir orgasmo, ponto G, ter gêmeos, menino com olho azul. São profissa, mermão! Quando entram no play é pra jogar.

Aí o cabrinha fica brincando de encher o “boneco”. Não acompanha.
Pra ti, que é cardíaco, só vejo uma solução: compra uma rola de “prástico”- as de motorzinho são as melhores (prazer em 4G) – e leva pro cambate, guerreiro. Quem sabe, teu pau vendo outro tinindo e ainda fazendo barulho não se anime.

Aviso: não vale ficar com inveja e enfiar o pau no rabo.

O juiz e o BMW
Visita inesperada
Top