Dica pra emprestar o redondo

Olá, pessoal!

Animadinhos para mais uma dica de Tia Lyka? Tirem os meninos da sala, pois vamos falar de cu alheio.

E quem traz o assunto à tona, é a professora Talita C. e A. Braga, 23 anos:

Tia Lyka,
Admiro muito tua sinceridade e sabedoria, além de escreveres melhor do que muitos jornalistas por aí. Seguinte: uma amiga me disse que sexo anal é só uma questão de costume, que com o tempo fica gostoso. A senhora acha que devo seguir com o conselho? Já tentei 6 vezes e foi horrível, mesmo estando toda limpa e cheirosa, usando lubrificante. Me ajude!

Querida, Talita CeA

Cuidado com esse sobrenome, Ana Paula Valadão vai te dar uma surra de harpa. Tá repreendido!

Seguinte: você sabe que eu sou muito sincera, não gosto de mentir.

Então, não vou te esconder a verdade. Dói, querida! É a mesma sensação de estar cagando pra dentro. Parece que teus olhos vão sair da caixa.

Mas, hoje em dia, está bem melhor do que no meu tempo, quando a única opção era passar cuspe. Agora, tem lubrificante à base d´água, tem até anestesia, pode?! Mas fique atenta: as pomadas anestésicas não são indicadas pelos médicos porque tiram a sensibilidade do ânus e, com a penetração, pode romper pregas.

Depois, quando sentir do fechamento será tarde. Não sabem a falta que elas fazem quando se está diante de um engarrafamento na Bola do Centro Cívico. Vontade de correr pro Palácio dos Campos e dar uma cagada ligeira.

Eu suo frio só de pensar. Então, vamos às alternativas mais simples?
Peça ao parceiro pra começar com o dedo - o mindinho, se você tiver o cu infantil. Encorajada com o dedo do boy magia, é hora de trocá-lo pela marreta de fogo. A melhor posição para iniciante é de “ladinho”.

A vontade é de correr pro banheiro pensando que vai cagar um cupuaçu.

Relaxa, o pior está por vir! Nunca ouviu dizer que “pica não tem ombro”?

Ui!

 

Pau pequeno em buraco grande
Ordem Judicial
Top