70? Troca por dois de 35

Tudo belê!? 

A crise está tão braba que tô diminuindo até as palavras. Daqui a uns dias, num vou tá nem mais gemendo. Jesus! Mas não quero falar de liseira com vocês, não. Vamos falar de sacanagem que é de graça e todo mundo pode fazer, basta ter tesão. 

E por falar nisso, trago uma queixa da Maria das Graças R. do C. Grande, 39 anos, pernambucana. Vejam as história da quenga: 

Tia Lyka, 

Arrumei um coroa pra namorar. Gente boa, me dá tudo que quero – roupa, calcinha, creme para desembaraçar os cabelos, esmalte, etc. –, mas não me dá o que eu mais gosto: piroca. Quando o conheci, no Forró dos velhos, ele estava todo fogoso, quase que me comia no salão. Agora, pra fuder é um suplício. Faço de tudo, chupo, esfrego a perseguida na cara dele e nada. O velho só quer ver o Ratinho. E o cara só tem 69 anos. 

Querida, Graça do C. Grande,

Namorar com velho requer paciência. Eles já estão preguiçosos, o pau só levanta tomando a azulzinha, sem contar que peidam dormindo. Portanto, se queres continuar com o coroa - vi que ele é bonzinho, te dá de um tudo e isso é muito importante: ter um pai pra nos sustentar. Então, seja compreensiva com o véio, arrume um pé de pano pra dar uma trepada de vez em quando e mantém o sexagenário só no cheirinho. Véio adora um cheiro de priquito. 

Fui! 

Água pra que te quero
Sexo na hora errada
Top